Notícias › 05/05/2016

CEB’s: Encontro motiva participantes ao envolvimento com a realidade

frei_gilvander

Politizado e inserido nas lutas sociais, frei Gilvander inspirou os participantes do 33º encontro de CEB’s

Entre os dias 29 de abril e 1º de maio, Nova Resende foi sede do 33º Encontro Diocesano das Comunidades Eclesiais de Base (CEB’s). Cerca de 250 participantes dos sete setores pastorais da Diocese de Guaxupé estiveram presentes no encontro, assessorado pelo frei Gilvander Luís Moreira, da Ordem dos Carmelitas. Além de mestre em Exegese Bíblica e membro do Conselho Estadual dos Direitos Humanos de Minas Gerais, o frei está desenvolvendo sua tese de doutorado em Educação pela FAE/UFMG.

Com temática consonante com a Campanha da Fraternidade 2016, Casa Comum: Nossa Responsabilidade, o encontro promoveu debates intensos sobre o saneamento básico no país, as alternativas para conservação ecológica, relação da Sagrada Escritura com a vida do povo, além de tratar da situação atual da política nacional.

33cebs

Representantes de toda a diocese participaram intensamente da programação do encontro com o intuito de florescer em suas realidades os valores cristãos

Para um dos organizadores do encontro e assessor diocesano das CEB’s, o padre José Luiz Gonzaga do Prado, comentou a relevância de promover reflexão em grupos e pequenas comunidades. “Para a gente conseguir criar a Igreja do Vaticano II, como diz o objetivo do Plano Diocesano da Ação Evangelizadora, a Igreja tem de ser aquele modelo antigo e novo de ser Igreja, antigo porque é modelo daIgreja primitiva, que se reunia nas casas e também perseguida e, por outro lado, novo, porque diferente do modelo que nós temos”. O padre ainda citou a 2ª Conferência do Conselho Episcopal Latino-Americano, realizada em 1968. “Toda a Igreja deve ser representada na comunidade, todos os seus valores devem estar na comunidade, rede de grupos de reflexão”.

A avaliação dos participantes foi muito positiva. Para a poços-caldense Aidée Cecília Bouças do Lago, membro da coordenação diocesana das CEB’s, foi uma experiência marcante dentre os mais de 30 anos de participação nos encontros. Aidée destacou a celebração de abertura, na qual os participantes mencionavam os nomes de pessoas falecidas e que lutaram pela concretização das CEB’S. “Acolhida muito significativa, relembrando os participantes falecidos que fizeram diferença em suas comunidades”.

Para o anfitrião Márcio Rodrigues Silva, o tom provocativo do assessor foi importante para a construção de uma mentalidade comunitária e comprometida. “Os questionamentos nos incomodam, mas nos levam à conversão, mudança de vida. O compromisso de cada um é fazer a sua parte”. Assim, também, conclui a catequista Ivoneti Silva Lopes, de Guaranésia, lembrando a relevância de se “arregaçar as mangas” e não esperar somente do poder público, “são lutas diárias, mas que devem ser constantes, quando a gente quer, consegue”.

missa_33cebs

Missa de encerramento exaltou a presença da Palavra de Deus na vida do povo

Numa avaliação do encontro, José Roberto Peixoto, de Guaxupé e membro da coordenação diocesana das CEB’s, destacou a figura do assessor que apresentou um caminho possível. “Com a mística libertadora, nos levou a aproximar do Evangelho com ações concretas. Na Diocese, temos uma ótima ferramenta que são os grupos de reflexão, que nos ajudam a sermos missionários nas nossas comunidades”.

“Nós temos de nos entender em relação com o outro e com todas as coisas que Deus criou. É claro que a política também é criação de Deus, dado que ela é nada mais que a garantia do bem comum e isso é o que Deus quer”. Isso é o que destaca o assistente social e diretor regional da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social, Gilberto Donizete Ribeiro. De acordo com ele, o encontro foi iluminador, pois trouxe esperança para uma sociedade onde a política seja ética e com valores autenticamente cristãos e não partidários. “Nós não estamos em lados opostos, nós somos da mesma raça humana e a gente quer todas as pessoas deem certo e sejam felizes. Esse é o sentido das coisas na fé cristã”.

 Imagens: Pascom – Nova Resende