Notícias › 15/02/2015

CF 2015: Coletivas de Imprensa destacam tema da campanha na região

DSC_0952

Nesta semana, o bispo da Diocese de Guaxupé, dom José Lanza Neto, concedeu uma série de entrevistas coletivas para falar sobre a Campanha da Fraternidade deste ano. Com o tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e lema “Eu vim para servir” (cf. Mc 10, 45), a Campanha da Fraternidade (CF) 2015 buscará recordar a vocação e missão de todo o cristão e das comunidades de fé, a partir do diálogo e colaboração entre Igreja e Sociedade.

As coletivas, realizadas nas principais cidades da diocese, tem o objetivo de apresentar aos fiéis católicos e a toda sociedade as propostas da CF 2015, que incentiva o despertar das comunidades cristãs ao serviço pelo bem comum. O lançamento oficial marcado para o dia 18 de fevereiro, na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília.

_

A Campanha

A Campanha da Fraternidade é realizada anualmente pela Igreja Católica Apostólica Romana no Brasil, sempre no período da Quaresma. Seu objetivo é despertar a solidariedade dos seus fiéis e da sociedade em relação a um problema concreto que envolve a sociedade brasileira, buscando caminhos de solução. A cada ano, os temas se dedicam à reflexão sobre a realidade concreta a ser transformada, e um lema, que explicita em que direção se busca a transformação. A campanha é coordenada pela CNBB.

_

Acompanhe um resumo das coletivas 

IMG-20150209-WA0000 (1)Poços de Caldas

Na tarde da última segunda-feira (9), com a presença do bispo diocesano e do coordenador de pastoral, padre Henrique Neveston, a coletiva foi realizada no auditório da Casa de Retiros da Paróquia São Sebastião. Na ocasião, dom Lanza destacou que a Igreja irá se posicionar de forma servidora a toda sociedade, inclusive cobrando ações concretas por parte do poder público. O bispo frisou ainda que a Igreja não é uma estrutura ou um templo, mas é feita por pessoas, por isso, incentiva o protagonismo leigo.

_

São Sebastião do Paraíso

Na terça-feira (10), São Sebastião do Paraíso recebeu a visita de dom José Lanza, na paróquia São José, com a participação de alguns jornalistas, agentes de pastorais, representantes da comunidade e do clero local. Dom Lanza destacou a importância da relação Igreja-sociedade ser iluminada pela Palavra de Deus a fim de que se desenvolva na justiça, no amor e na cooperação mútua. O bispo mencionou ainda os objetivos específicos da Campanha e seu objetivo geral, que é aprofundar, à luz do Evangelho, o diálogo e a colaboração entre a Igreja e a sociedade, conforme proposto pelo Concílio Vaticano II, como serviço ao povo brasileiro, para a edificação do Reino de Deus.

_

Passos

Também na terça-feira (10), na cidade de Passos, a coletiva de Imprensa aconteceu no Centro de Pastoral Cônego José Timóteo da Silva, da Paróquia São Benedito. Com a participação de profissionais de mídia impressa, rádio e televisão. A mesa de entrevistados foi composta por dom José Lanza, padre Robison Inácio, pároco da paróquia anfitriã, e Ana Rita Cardoso Maia Silveira, leiga e formadora da CF na Diocese.

Dom José Lanza relacionou a temática desta campanha com a missão salientada no Vaticano II. A Igreja precisa estar com os pobres, estar no mundo. A proposta da Campanha é o serviço, exemplificada pela própria imagem do cartaz, ao fazer referência ao gesto da passagem bíblica do lava-pés. A ideia é o diálogo entre Igreja e sociedade. A Igreja precisa estar inserida no mundo. Ir ao encontro das pessoas, valorizá-las. O servir pode ser através de palavras de encorajamento, de um sorriso; o ser humano quer ser respeitado e ser reconhecido em sua dignidade. Os objetivos propostos pela diocese, no projeto das Santas Missões Populares, proporciona às comunidades sugerirem ações que contemplem a necessidade local.

_

Guaxupé

A imprensa de Guaxupé se reuniu na tarde de quarta-feira (11), no Centro Universitário da Fundação Educacional de Guaxupé (Unifeg), para a divulgação da CF 2015. Para atender à imprensa, compareceram, além de dom Lanza, o padre Reginaldo Silva, cura da Catedral Diocesana Nossa Senhora das Dores, o diácono Clayton Mendonça, editor do jornal Comunhão e, ainda, o reitor do Unifeg, o professor e doutor Reginaldo Arthus. Em seu pronunciamento, o reitor do centro universitário enfatizou a participação da Igreja nas discussões e nos avanços das políticas públicas, sobretudo no campo social.  O diácono Clayton discorreu sobre a servidão como gesto de extrema humildade, lembrando a atitude de Jesus de Nazaré que abaixou-se para lavar os pés dos apóstolos, lembrando o cartaz temático da CF 2015.

_

Alfenas

Em Alfenas, a coletiva para imprensa ocorreu na manhã de quinta-feira (12), na Paróquia Nossa Senhora Aparecida.  Ao relatar a importância da Campanha deste ano, dom Lanza lembrou a tarefa missionária da Igreja de inserir-se na sociedade, inspirando-se na sua opção preferencial pelos pobres. De acordo com o bispo, pode-se compreender a CF 2015 alicerçada em 3 pilares: o concílio Vaticano II, o pontificado do papa Francisco e o protagonismo dos leigos. O evento contou com a presença de alguns padres do setor Alfenas.