Notícias › 17/06/2015

CNBB publica versão ampliada do Estudo sobre Cristãos Leigos e Leigas

estudo-107AA edição revisada e ampliada do Estudo 107A da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) acaba de ser publicada. O texto “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade – Sal da Terra e Luz do Mundo” foi tema prioritário da 53ª Assembleia Geral da Conferência, realizada no mês de abril, em Aparecida (SP). No evento, foi aprovado pelo episcopado como Estudo ampliado, após revisões e contribuições.

O bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, explica que o texto de estudo recebeu diversas contribuições depois da 53ª Assembleia Geral. “O texto servirá como base para continuarmos a discussão e a reflexão sobre a vocação dos leigos e leigas na Igreja e na sociedade”, comenta.

Animar o laicato

O Estudo 107A pretende animar o laicato na compreensão de sua atuação como sujeitos eclesiais nas diversas realidades em que se encontram inseridos. O texto, baseado no método ver-julgar-agir, divide-se em três capítulos: “O Mundo Atual: Esperanças e Angústias”, “O Sujeito eclesial: Cidadãos, Discípulos e Missionários” e “A ação Transformadora na igreja e no Mundo”.

Para o bispo de Caçador (SC) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato, dom Severino Clasen, o texto busca valorizar a presença dos cristãos leigos e leigas na Igreja e na Sociedade. Dom Severino diz que a Comissão encarregada pela elaboração do texto agradece todas as contribuições que recebeu de diferentes partes do Brasil, por leigos, bispos, padres e pessoas envolvidas.

“Apresentamos o texto atualizado para que seja mais aprofundado e lapidado. Os cristãos leigos e leigas merecem o que há de melhor. São eles os sujeitos tanto na Igreja quanto na sociedade, dando ritmo a tudo o que existe. Eles sentem as alegrias e as dores de cada momento nesse mundo, lugar da ação consciente, autônoma e criativa do cristão”, acrescenta dom Severino.

A expectativa da Comissão Episcopal para o Laicato é que a nova versão do Estudo 107A seja estudada nas dioceses para receber novas contribuições. A proposta é que em breve seja aprovado como Documento da CNBB.

A publicação pode ser adquirida pelo site www.edicoescnbb.com.br ou pelo televendas (61) 2193-3019

Fonte: CNBB