Notícias › 08/10/2014

Dom Lanza realiza visita pastoral na Paróquia São Pedro, em Alfenas

Visita_Pastoral_08 A Paróquia São Pedro Apóstolo, de Alfenas, recebeu, nesta sexta-feira, 03 de outubro, o bispo diocesano, Dom José Lanza, dando início à Visita Pastoral que terminou no domingo, 05 de outubro. Dom Lanza foi acolhido, pela comunidade, na Igreja Matriz às 19 horas para presidir a celebração da Eucaristia.

O pároco da comunidade, padre Carlos Virgílio Saggio, saudou o bispo agradecendo sua presença, em nome de toda comunidade, do vigário paroquial padre Paulo do Carmo Pereira. Dom José Lanza agradeceu a recepção, e iniciou explicando o significado da Visita Pastoral. “É um momento de encontro do bispo com a comunidade e da comunidade com o Bispo”, ou seja, “um momento para conhecer de forma mais aprofundada a comunidade paroquial”, disse o Pastor Diocesano.

No início da homilia, dom José Lanza, fez questão de ressaltar que “a Visita Pastoral tem a oração como mola propulsora, sendo uma oportunidade de conhecer como são as famílias que formam a Paróquia, quais seus carismas e desafios”. Destacou que um momento forte é a visita aos enfermos, experiência, que segundo o bispo, “é importante para percebermos a dor e sofrimentos das pessoas e das famílias. É um exercício nos leva a tirar lições, parar de reclamar e viver a vida”.

Esta, que foi a primeira visita pastoral em dezoito anos desde a criação da paróquia São Pedro, superou as expectativas do paróco, padre Saggio, “eu acredito que deixou para nós um novo rosto da nossa paróquia. A nossa paróquia teve, assim, a visita missionária na perspectiva de uma Igreja em saída. Foi muito forte, ele ressaltou a comunhão com toda a diocese”.

O vigário paroquial, padre Paulo, também destacou: “Todos os momentos foram muito significativos, foi a primeira visita pastoral do bispo que acompanhei de perto, como vigário paroquial. Entretanto, ressalto a visita aos enfermos junto ao bispo e suas homilias, enfatizando a todos a missão: “todo cristão católico batizado ele é por excelência discípulo e missionário de Cristo”. Essa mensagem ecoou forte em mim”.

Visita_Pastoral_21Após a celebração, dom Lanza participou de uma reunião com todas as pastorais, movimentos e coordenadores de setor. Padre Saggio abriu a reunião comentando que estava muito feliz com a comunidade São Pedro, e que nestes pouco mais de dois anos, a paróquia se reorganizou, e hoje conta com quase 700 leigos trabalhando. Agradeceu ao bispo por tê-lo enviado para a comunidade.

Dom Lanza destacou o fato de a Paróquia São Pedro ter vivido, poucos meses atrás, uma etapa das missões redentoristas, e que era preciso valorizar a divisão dos setores. Criar a cultura do encontro, “construir uma Igreja viva, pois todos somos chamados a ser missionários, devemos ir o encontro do outro”. Finalizou dizendo que “é preciso ter a coragem de sair das estruturas e levar o evangelho em frente. Não podemos parar de amar e de ajudar, por causa do reino de Deus temos que avançar para águas mais profundas”.

Com uma agenda repleta de atividades, na manhã do sábado, dom Lanza visitou enfermos da paróquia. À tarde, o encontro marcado foi com as crianças da catequese, os pais das crianças e as catequistas também receberam a benção do bispo. No mesmo dia, reuniu-se com o Conselho de Pastoral Paroquial (CPP) e do Conselho de Assuntos Econômicos (CAEP). À noite, presidiu missa na Nova Matriz de São Pedro.

Visita_Pastoral_17Para o membro da comunidade Antônio José de Figueiredo, a visita pastoral foi muito gratificante por proporcionar um contato maior com dom José Lanza. “Estar próximo dele, neste momento, foi muito bom, porque a gente se sentiu mais próximo do bispo. Que o bispo não é uma pessoa distante, é claro que nós temos todo respeito por ele enquanto bispo, mas com essa visita ele se mostrou que é uma pessoa normal no meio do povo, uma pessoa que gosta de estar perto, de participar”, declarou.

No domingo, 05 de outubro, dom Lanza celebrou as missas na Matriz Nova e Antiga, como também nas comunidades. Entre as muitas atividades, destaca-se o envio dos ministros da Eucaristia, que tem a missão de levar o sacramento aos doentes. O café de confraternização, realizado pela comunidade aos domingos, após a primeira missa dominical na Nova Matriz, tornou-se mais especial com a presença do bispo que abençoou os pãezinhos. Durante a missa de domingo à noite, os Setores Missionários, as Pastorais e os Movimentos receberam o envio das missões populares.

Com informações da Pascom – Paróquia São Pedro Apóstolo