Notícias › 07/06/2016

Encontro reúne cerca de 600 MECE’s no setor Alfenas

terco_mece_alfenas

Leigos de Alfenas conduzem a oração do Terço da Misericórdia

Foi realizado no dia 5 de junho, no Colégio Imaculada Conceição em Machado, o Encontro Setorial dos Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística (MECE) do setor Alfenas. O evento foi iniciado às 8 horas da manhã com uma oração, conduzida pelo estagiário pastoral Dione Piza, da Paróquia São Pedro Apóstolo em Alfenas.

O anfitrião, padre Pedro Alcides da Paróquia Sagrada Família e Santo Antônio, acolheu os visitantes, juntamente com o assessor setorial, padre Benedito Clímaco Passos da Paróquia Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora das Graças de Fama.

O primeiro momento de espiritualidade foi sobre a temática central do encontro, “Eucaristia, Partilha e Família: berço lugar da Misericórdia”, realizado pelo padre Rovilson Ângelo, vigário paroquial da Paróquia Sagrada Família e Santo Antônio, em Machado. O padre conduziu sua reflexão sobre a missão do MECE e a oportunidade do exercício da misericórdia no ministério extraordinário da Eucaristia. O ministro representa a Igreja e, por isso “não pode trabalhar de forma isolada, mas em comunhão com a Igreja e com o padre”. Entre as palestras houve uma pausa para confraternização e apresentação de um vídeo comovente sobre o assunto.

No segundo momento, o leigo Fernando Luiz Silveira, da Paróquia São José e Nossa Senhora das Dores de Alfenas, refletiu sobre o lema do encontro “Misericórdia é o que eu quero” (Oseias 6,6). Fernando realizou sua fala a partir da Bula Misericordiae Vultus, do papa Francisco, favorecendo a compreensão dos meios práticos do  exercício da misericórdia na comunidade entre os irmãos.Apresentou, ainda, as 14 obras de  misericórdia (7 corporais e 7 espirituais), que podem ser incorporadas à vida cotidiana. “É preciso falar de misericórdia para dar esperanças, mas principalmente, é preciso praticar para confirmar e dar veracidade ao que anunciamos”, destacou o palestrante. Também lembrou que ser “MECE não é um privilégio, mas antes de tudo, é um estilo de vida, uma missão de profunda responsabilidade, e, portanto, requer de cada um, o exercício diário de misericórdia”.

Após a palestra, o Terço da Misericórdia foi recitado por membros da Paróquia Nossa Senhora Aparecida de Alfenas. Em seguida, os participantes participaram do almoço.

adoração_mece_alfenas

Adoração eucarística valorizou a comunhão como fator de identidade do ministério

À tarde, houve momentos de animação e uma apresentação teatral sobre a parábola do Pai Misericordioso (cf. Lc 15, 11-32) do grupo PHN da Paróquia Sagrada Família e Santo Antônio de Machado. A adoração ao Santíssimo Sacramento, conduzida pelo padre Éder Carlos de Oliveira, da Paróquia São Pedro de Alfenas, proporcionou aos participantes a oportunidade de rever seu serviço à Igreja, através do ministério extraordinário da Eucaristia.

Encerrando o encontro, foi celebrada a Santa Missa, presidida pelo padre Benedito e concelebrada pelos padres: Alexandre José Gonçalves, da Paróquia São José de Machado; Rovilson; e Edmar Mendes Xavier, da Paróquia Nossa Senhora do Carmo de Paraguaçu.

missa_mece_alfenas

O assessor setorial, padre Benedito revelou estar feliz com o número de participantes, cerca de 600, e reforçou a importância dos ministros extraordinários em exercer seu ministério com testemunho, alegria e tranquilidade. “Momento de unidade, comunhão e reconhecimento de todo o sacrifício de Jesus, que deu sua vida pela nossa salvação. Graças e louvores podemos dar pela oportunidade de viver um dia tão especial e abençoado”.

Estiveram presentes o padre Márcio Alves, vigário paroquial na Paróquia Sagrada Família e Santo Antônio de Machado e o seminarista Rhilton Roger.

Com informações do padre Benedito Clímaco.