Estudo dos Evangelhos › 25/07/2018

Evangelho de Marcos (24) – A vitória: os dois jovens

Janela

A narrativa da paixão de Jesus segundo Marcos está emoldurada por duas figuras de jovens. No início, quando Jesus é preso (14,51-52) um jovem o seguia coberto com um lençol sobre o corpo nu. Eles o pegam, mas ele abandona o lençol e foge nu. No final, quando, na madrugada do domingo, as mulheres entram no sepulcro (16,5-6) veem um jovem sentado à direita, vestido de branco. Ele diz que Jesus ressuscitou e que na Galiléia os discípulos poderão vê-lo.

A Comunidade Apostólica

O primeiro jovem, o que deixou o lençol nas mãos dos soldados e fugiu nu, lembra o que se via na comunidade, novos discípulos, animados, querendo seguir Jesus, mas apenas com capa de discípulo como um lençol sobre o corpo nu. O pretexto de seguir Jesus era apenas uma capa a encobrir a nudez do seu vazio. À primeira ameaça de perseguição, na primeira dificuldade, abandonavam tudo. Era símbolo também de todos, pois “todos os discípulos fugiram” (14,50). Jesus fica sozinho. Esse caminho ele o faz sozinho.

O jovem visto pelas mulheres no túmulo não é o anjo de Mateus nem os dois homens de Lucas. É jovem, cheio de vida, está recoberto de branco, a cor da vitória (diríamos hoje com faixa de campeão) e sentado à direita. À direita de que ou de quem o evangelista não diz, seus primeiros leitores entenderam… “Vereis o Filho do Homem…” (14,62). A fé era esta, Jesus venceu, levantou-se, está à direita de Deus e pode ser visto na Galiléia, ou seja, no nosso meio.

As comunidades hoje

Discípulos só de fachada, hoje também se veem. Aliás, a nossa civilização é muitas vezes chamada de cristã. O catolicismo ainda faz parte da cultura brasileira. Batizar, casar na igreja, celebrar as exéquias é tão comum como comer arroz com feijão. Todos o fazem e já não sabem por quê.

Nossa fé na ressurreição pode ser mais esclarecida. A ressurreição de Jesus não é a simples revivescência de um cadáver, nem um espetáculo, um show de pirotecnia. A ressurreição de Jesus significa a vitória da vida sobre a morte, vitória da solidariedade sobre a exploração, vitória da humildade sobre a arrogância. A ressurreição de Jesus significa uma vida nova para a humanidade. A ressurreição de Jesus significa a presença dele no meio dos seus discípulos, iluminando e dando forças.