Notícias › 26/07/2019

Família e Juventude são temas de Formação Permanente dos Presbíteros

Entre os dias 22 a 25 de julho o clero da Diocese de Guaxupé participou de uma formação, na casa de encontro Dom Luis em Brodowski (SP), ministrada por Dom Antônio Emídio Vilar, SDB, bispo diocesano de São João da Boa Vista (SP). Dom Antônio é filho da Diocese de Guaxupé, natural de Guardinha, distrito de São Sebastião do Paraíso.

Os temas da formação foram a Família e a Juventude no Pontificado do Papa Francisco. O bispo iniciou trabalhando a Exortação Apostólica pós-sinodal Amoris Laetitia sobre o amor na família, enfatizando o diálogo, o conhecimento e acima de tudo a misericórdia que o pastor deve ter com as suas ovelhas. Diante do cenário plural da vida de cada comunidade paroquial, os padres devem ter abertura de coração e agir com caridade se modelando na figura de Jesus Cristo.

Ao se referir aos jovens, Dom Antônio usou a Exortação Apostólica pós-sinodal Christus Vivit, o Cristo que vive e está presente nos jovens. O documento olha para o contexto em que vivem os jovens, as forças e os desafios. “O jovem quer ser ouvido, reconhecido, acompanhado e quer que sua voz seja considerada útil”, disse o bispo. Deus fala à Igreja e ao mundo por meio dos jovens, por isso “no contexto em que vivemos é necessário investir tempo e recursos nos jovens com a proposta de oferecer a eles um período de amadurecimento da vida cristã adulta”, finalizou.

A Formação Permanente deste ano contou com a participação de Dom José Lanza, mais de 80 padres e os três seminaristas estagiários.