Notícias › 11/04/2018

Gaudete et Exsultate: exortação sobre os desafios da santidade na época atual

Com informações do portal Vatican News

Em sua exortação apostólica Gaudete et Exsultate [“Alegrai-vos e Exultai” (Mt 5, 12)], lançada no dia 9 de abril, o papa  Francisco dá indicações sobre como viver a santidade – um chamado que é para todos – em um mundo que apresenta tantos desafios à fé. Mas Francisco começa o documento, falando sobre o espírito de alegria.

De acordo com o pontífice, o chamado à santidade é para todos, porque a Igreja sempre ensinou que é um chamado universal e possível a qualquer um, como demonstrado pelos muitos santos “da porta ao lado”. Santo seria aquele que sabe comover-se e mover-se para ajudar os miseráveis e curar as misérias. Quem esquiva-se das “elucubrações” de velhas heresias sempre atuais e quem, entre outras coisas, em um mundo “acelerado” e agressivo “é capaz de viver com alegria e senso de humor”.

Esse é o espírito de alegria que o Papa Francisco escolhe colocar na abertura de sua mais recente exortação apostólica. O título repete as palavras que Jesus dirige “aos que são perseguidos ou humilhados por causa dele”.

Nos cinco capítulos e 44 páginas do documento, o Papa segue a linha de seu magistério mais profundo, a Igreja próxima à “carne de Cristo sofredor”. Os 177 parágrafos não são – adverte o papa – “um tratado sobre a santidade, com muitas definições e distinções”, mas uma maneira de “fazer ressoar mais uma vez o chamado à santidade”, indicando “os seus riscos, desafios e oportunidades” (GE 2).

Baixe o texto integral da Exortação Apostólica:

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA GAUDETE ET EXSULTATE

 Você também pode acessar a apresentação-resumo elaborada pelo padre Francisco Albertin, mestre em Ciências da Religião e pároco em Campestre. Baixe o arquivo: Gaudete Et Exsultate_ padre Francisco Albertin