Notícias › 08/06/2017

Leste 2 promove formação missionária para seminaristas

Texto e Imagem: José Eduardo da Silva

Nos dias 2 a 4 de junho, em Três Corações, aconteceu a 7ª edição da Formação Missionária para Seminaristas (Formise) do Regional Leste 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil com o tema: A Alegria do Evangelho para uma Igreja em Saída. O assessor do encontro foi o padre Jean Poul Hansen, coordenador diocesano de pastoral da Diocese da Campanha.

A Diocese de Guaxupé enviou três seminaristas: José Eduardo da Silva (Teologia), Otávio Augusto (Filosofia) e Samuel Almeida (Propedêutico).

A formação contou com 50 seminaristas representantes de 21 dioceses dos estados de Minas Gerais e do Espírito Santo. Do Conselho Missionário Regional, estiveram presentes dom José Lanza Neto, bispo diocesano de Guaxupé e referencial para a Animação Missionária e Cooperação Inter-Eclesial, o padre José Geraldo, coordenador do Conselho Missionário, Iva da Silva, Maria Júlia e Ezequiel Messias, coordenador do Conselho Missionário de Seminaristas (Comise).

No sábado, os representantes dos Comise’s partilharam suas atividades missionárias nas casas de formação presbiteral. A partir dessas partilhas, o coordenador do Comise no Regional motivou os seminaristas a manter contato uns com os outros, fortalecendo o vínculo que até o presente momento foi adquirido. Falou da importância do conselho e sua articulação, além de motivar iniciativas nas casas de formação e nas províncias.

Participando do encontro, dom Pedro Cunha Cruz, bispo da Campanha, proferiu algumas palavras de apoio e incentivo aos seminaristas. Tomando por base a Evangelii Gaudium, ressaltou a importância da abertura à ação missionária e afirmou: “não há como formar dignos pastores para a Igreja do Brasil, do mundo, sem o espírito missionário, hoje”.

No domingo, os seminaristas foram enviados as suas casas de formação, onde, partilhando o que refletiram, colocarão em prática os objetivos do Comise, de cada dia mais se propor e repropor atividades reflexivas e práticas a partir da casa de formação. Para o seminarista Otávio, o encontro foi bastante válido. “As partilhas com outros irmãos seminaristas, que por sinal foram de imensas riquezas, me ajudaram a conhecer melhor as realidades e desafios que cada diocese enfrenta nos dias atuais”.

O assessor, padre Jean Poul, provocou os participantes: “O seminarista é alguém que está sempre em saída, está sempre indo e vindo. Já imaginaram quando receberem o ministério presbiteral, para onde vão sair?”

O encontro foi encerrado com a missa de envio dos seminaristas, presidida por dom José Lanza.