Notícias › 04/04/2015

Missa dos Santos Óleos celebra a vocação presbiteral e consagrada

01

Nesta Quinta-Feira Santa (2/abril), grande parte do clero diocesano se reuniu com o bispo diocesano, dom José Lanza Neto, na Catedral Diocesana Nossa Senhora das Dores para a Missa dos Santos Óleos, na qual todos os sacerdotes renovam suas promessas ministeriais, ressaltando o vínculo de Unidade da Igreja.

Os Óleos utilizados nas celebrações do Batismo, da Ordem, da Crisma e da Unção dos Enfermos são confeccionados nesta celebração e distribuídos às comunidades pertencentes à diocese. Em sua homilia, o bispo diocesano fez memória de uma reflexão de dom Pedro Brito Guimarães, arcebispo de Palmas (TO) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, sobre a figura do presbítero e sua íntima vivência espiritual e comunitária. Dom Lanza exortou aos clérigos presentes: “A ação do presbítero deve ser reflexo de sua vida interior”.

03

Antes do encerramento, uma homenagem especial foi relativa ao Ano da Vida Consagrada, comemorado em toda a Igreja de 30 de novembro de 2014 a 2 de fevereiro de 2016. Para o religioso Ricardo Calori, sc, da Congregação dos Irmãos do Sagrado Coração, em Paraguaçu, a celebração foi muito agradável.  “Foi interessante o enfoque dado ao Ano dedicado a Vida Consagrada, no qual o papa Francisco nos recorda a importância do serviço dos (as) religiosos (as) na Igreja e com povo, de forma muito alegre e com dedicação total”.

Quais são os óleos usados na Liturgia?*

04

Óleo dos Catecúmenos

Catecúmenos são os que se preparam para receber o Batismo, sejam adultos ou crianças, antes do rito da água. Este óleo significa a libertação do mal, a força de Deus que penetra no catecúmeno, liberta-o e prepara para o renascimento pela água e pelo Espírito.

 Óleo do Crisma

Feito de mistura de óleo e bálsamo, significa a plenitude do Espírito Santo. O cristão deve irradiar “o bom perfume de Cristo”. É usado no sacramento da Confirmação (Crisma) quando o cristão é confirmado na graça e no dom do Espírito Santo, para viver como adulto na fé. Este óleo é usado também no sacramento da Ordem, para ungir os “escolhidos” que irão trabalhar no anúncio da Palavra de Deus, conduzindo o povo e santificando-o no ministério dos sacramentos.

Óleo dos Enfermos

Usado na Unção dos enfermos, este óleo significa a força do Espírito de Deus para a pessoa provada pela doença e pelo avanço da idade. Traz fortalecimento da pessoa enfrentar a dor e, inclusive a morte, se for vontade de Deus. A Unção dos Enfermos pode propiciar a cura física e espiritual, dá o perdão dos pecados e a conformidade com o desígnio de Deus.

*Com informações de RoseMeire Sousa e irmã Letícia Perez – Diocese de Osasco