Notícias › 13/07/2015

Monsenhor Edson Oriolo é ordenado bispo na Catedral do Bom Jesus em Pouso Alegre

Ordenação de dom EdsonA solene Celebração Eucarística com o rito de ordenação episcopal de monsenhor Edson José Oriolo dos Santos foi presidida na Catedral Metropolitana do Bom Jesus, em Pouso Alegre, no dia 11 de julho de 2015.

Os bispos ordenantes foram: dom João Bosco Óliver de Faria (arcebispo de Diamantina/MG), dom José Luiz Majella Delgado, CSsR (arcebispo metropolitano de Pouso Alegre/MG) e dom Walmor Oliveira de Azevedo (arcebispo metropolitano de Belo Horizonte/MG).

Também estiveram presentes os bispos auxiliares da Sé de Belo Horizonte, vários bispos, o cabido metropolitano, o clero, seminaristas e fiéis de diversas paróquias da Arquidiocese de Pouso Alegre.

Os presbíteros assistentes foram o monsenhor Marco Eduardo Jacob Silva e o cônego Sebastião Camilo de Almeida. O cura da catedral, monsenhor Vonilton Augusto Ferreira foi o animador da celebração. Padre Jésus Andrade Guimarães, monsenhor José Dimas de Lima, padre Benedito Luciano Rosa e Fernando José de Freitas foram os cerimoniários.

Dom Edson foi acolhido à porta principal da catedral e dirigiu-se à capela do Santíssimo Sacramento, onde recolheu-se em oração por alguns instantes.

Logo em seguida, a Celebração Eucarística teve início com a saudação e acolhida feita por dom Majella e a apresentação de todos os bispos presentes. O Evangelho foi proclamado pelo diácono Thiago de Oliveira Raymundo, da Paróquia São José Operário de Itajubá. Os ritos da ordenação sucederam-se com a leitura do mandato apostólico pelo padre Sebastião Diogo de Melo, vigário episcopal da Arquidiocese de Belo Horizonte.

Em sua homilia, dom João Bosco Óliver de Faria relembrou momentos da vida no seminário, onde conviveu com monsenhor Edson. Disse também que escolhera para a ordenação de dom Edson o anel do Concílio de dom José D’Ângelo Neto.

Em seguida foi feito o propósito do eleito e foi entoada a ladainha pelo senhor Carlos Roberto da Silva, da Paróquia São Caetano de Brazópolis (MG).

Ordenação de dom Edson 1Dando sequência ao rito, dom João Bosco impôs as mãos sobre a cabeça de monsenhor Edson e, em seguida, todos os bispos também impuseram suas mãos sobre o eleito. Monsenhor Edson recebeu a unção com o santo óleo do Crisma e recebeu o livro dos Evangelhos, que foi colocado aberto sobre sua cabeça, e as insígnias episcopais (anel, báculo e mitra) que expressam a consagração e a íntima configuração entre Cristo – Sumo e Eterno Sacerdote – e o bispo, ministro da sua misericórdia.

Ordenação de dom Edson 2

As oferendas foram encaminhadas ao altar pelo pai de dom Edson, o senhor José Eugênio dos Santos, e por seus irmãos, Benedito Flávio Oriolo dos Santos e Cláudia Renata Oriolo dos Santos Ribeiro.

O coral convidado para a cerimônia foi  “Vozes de Euterpe”, de Brazópolis/MG, cujo regente é o professor José Rezende Vilela e o organista Mauro da Silva Neto.

Ao final da Celebração Eucarística, dom Edson Oriolo, de mitra e báculo, abençoou a todos, recebeu saudações em nome do clero e de autoridades, além de ter dirigido a palavra aos fiéis presentes.

Em sua mensagem, dom Edson se lembrou de seus familiares, de modo especial da mãe, que o inspirou na escolha de seu lema episcopal: “Evangelizare Misericordiae Divitias”, que significa “Anunciar as riquezas da misericórdia”. Agradeceu, entre outras pessoas e instituições, à Arquidiocese de Pouso Alegre, por sua formação e convivência com o clero, religiosos e leigos. Agradeceu também a acolhida de dom Walmor e dos bispos auxiliares da Arquidiocese de Belo Horizonte. Pediu para “que todos continuem rezando por ele”.brasão de dom Edson Oriolo

A primeira Celebração Eucarística presidida por dom Edson aconteceu na manhã do domingo, dia 12 de julho, na Catedral do Bom Jesus.

Dom Edson Oriolo foi nomeado bispo titular de Segia e auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte/MG, pelo papa Francisco.

Com informações e fotos da Arquidiocese de Pouso Alegre.

Brasão de Dom Edson >>>

entenda seu significado clicando aqui