Notícias › 15/09/2016

“O mistério da vida cristã está alicerçado na Misericórdia de Deus”

Esta foi a justificativa dada pelo padre Reginaldo da Silva, pároco da Catedral Diocesana Nossa Senhora das Dores, para celebrar a Festa da Padroeira Diocesana neste Ano Santo da Misericórdia. Antes da solenidade celebrada hoje (15), as comemorações incluíram a novena preparatória e também uma festa promovida pela comunidade paroquial.

padroeira_01

A Missa Solene desta quinta-feira foi presidida pelo bispo diocesano, dom José Lanza Neto, que valorizou a força e a consolação que a Virgem Maria, sob o título de Senhora das Dores, representa para os fiéis cristãos. “As dores do Filho somam as dores de toda a humanidade, assim como a sua redenção na Cruz redime toda a humanidade. Na Cruz se dá o mais profundo afeto humano, e aos pés da Cruz se mantém Maria”.

Para a paroquiana Gisele Machado Bento, que faz parte da equipe litúrgica da Catedral, a experiência da data é uma motivação para sua caminhada de fé. “É uma alegria muito grande celebrar com esta comunidade, sentir a misericórdia em cada gesto, seja na festa ou na liturgia. Contar com a participação do povo foi muito importante, pois o olhar de cada um representa o olhar de Cristo para mim”.

Essa emoção contagiou o vigário paroquial, padre Claudionor Barros, que participa pela primeira vez da festa da padroeira diocesana. “A gente sempre tem contato com a Catedral nos momentos festivos da nossa diocese, mas até então eu não tive a oportunidade de celebrar com o bispo e os outros padres, numa catedral lotada e o com a participação do povo na procissão”.

padroeira_02

À frente das comemorações há 6 anos, padre Reginaldo se revelou contente em vivenciar a festa de Nossa Senhora das Dores do ponto de vista da misericórdia, por compreender a proximidade de Maria com a misericórdia divina. “Assim como nos recorda o papa Francisco, Jesus Cristo é o rosto da misericórdia de Deus, desse modo, Maria viveu a ‘Misericórdia’ em seu vente, conviveu com ela, então pode nos conduzir Àquele que é a Fonte da Misericórdia”.