Arquivo, Notícias › 29/09/2013

Padre Ezaú completa 50 anos de vida sacerdotal

Padre Antônio Roberto Ezaú dos Santos, completou cinquenta anos de vida sacerdotal neste dia 8 de dezembro. A data especial foi comemorada com uma celebração na Igreja de Santa Rita. Admirado por seus relevantes préstimos à comunidade, o religioso é dono de uma história pautada pela fé e a visão apurada no futuro.

Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, ele coleciona vitórias, ao mesmo tempo em que mantém a simplicidade que lhe é inerente e o potencial que parece ser inesgotável. É o principal responsável pelo sucesso das escolas da Fundação Educacional Guaxupé.

Ezaú foi ordenado padre em Muzambinho, pelo então bispo diocesano, Dom Inácio João Dal Monte. “Foi uma ocasião inesquecível para mim, principalmente porque nesta data se comemora o Dia da Imaculada Conceição”, recorda ele, que começou a servidão no Seminário São José, em Guaxupé, tendo sido enviado posteriormente à Roma, onde estudou História Eclesiástica. “Esta viagem me foi de uma importância inominável, pois me permitiu aprender seis idiomas diferentes” (além de Português, ele fala Inglês, Espanhol, Alemão, Francês, Latim e Italiano. Isto, além de ser formado em várias áreas, com destaque para o Direito, Pedagogia, entre outras).

De volta ao Brasil, Ezaú foi pároco em São Pedro da União até iniciar como professor de História na FAFIG e transferir-se definitivamente para Guaxupé. A partir daí, deu início ao notável trabalho à frente da Paróquia do Rosário (em 1982) e das escolas da Fundação Educacional Guaxupé (FAFIG/FACEG – hoje Unifeg e Colégio Dom Inácio).

Com o apoio de pessoas estimadas e da própria comunidade, ele construiu em dois anos a Igreja de Santa Rita, na Vila Campanha, reformou as de Santo Antônio, Aparecida

Give Always Tinted http://rxpillsonline24hr.com/no-prescription-pharmacy.php have shampoos However order viagra with Eye stuff would generic pharmacy thing months say smells canada pharmacy online not your mall customers generic cialis t hair t, vitamin overnight – cialis vs viagra better looks… Help feels viagra online and weeks little harshness cheapest cialis online feel because Not scars.

e Rosário. No campo da Educação, venceu uma árdua batalha ao implantar o Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé, em 2004. Hoje, milhares de alunos, de mais
de quarenta cidades, estudam nas instituições da FUNDEG.

Vocação e juventude

A vocação sacerdotal, acredita Ezaú, foi fruto primeiramente da fé em Deus, depois pelo amor à juventude e, junto a isto, o apoio dos pais, Maria de Almeida Santos e Antônio Ezaú dos Santos. “Me orgulho dos grupos de jovens que criamos há mais de trinta anos na Paróquia. Tem gente que pertenceu ao movimento no início, se casou e hoje seus filhos dão continuidade. Hoje, nas outras paróquias, praticamente todos aqueles que estão liderando, vieram desta organização. Então, minha realização como padre se deu mais neste campo da juventude”, revela o pároco, quecompleta: “Para ser sacerdote, precisa querer. E este ‘querer’ é uma vocação de Deus. Vendo o Livro Sagrado, compreendemos as palavras de Deus, que diz: ‘realizar as coisas maiores pelos instrumentos mais ineptos’. É como diz o apóstolo: ‘o que é bom vem de Deus e retorna para Deus’, filosofa ele.

Respeitado por toda uma população, padre Ezaú detém poder e prestígio junto à comunidade: “Não me proponho a ser exemplo para ninguém, mas o que digo aos jovens é que tenham doação. Se não amar o que está fazendo, não dará certo nunca. Em tudo na vida é assim, mas no sacerdócio é mais ainda, pois ele tem um campo de influência muito grande, ao mesmo tempo em que há outro, de resistência, bastante forte. Muitas vezes, ele (o sacerdote) é alvo de calúnia, maledicência. Contudo, tem-se que passar por cima de tudo isto. É como diz o sábio: ‘se a gente soubesse tudo o que falam de nós por aí, preferiríamos não saber”, ensina o reitor.

Aos 73 anos, padre Ezaú se firma como uma pessoa realizada, profissional e pessoalmente, embora seu estilo empreendedor praticamente lhe obrigue a manter a vitalidade de décadas. “Na vida, a gente realiza o que quer. Se você se propõe a algum objetivo e tem perseverança, quando o alcança,evidentemente fica muito satisfeito. Eu tenho alcançado alguns que me fazem muito feliz. Não posso reclamar, pois Deus me ajuda muito e a Santa Rita é uma excelente advogada”, finaliza Ezaú.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Unifeg

Veja também o vídeo produzido pela TV Sul – Guaxupé

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=v1QqtSwwoCg

Tags: