Notícias › 18/03/2019

Pastoral Orgânica: diversidade em unidade a serviço da evangelização

Texto/Imagem: Assessoria de Comunicação

A Pastoral Orgânica deve ser compreendida “como um esforço para a vivência em unidade da vida da Igreja, a partir de suas metas e princípios missionários, estabelecendo o alicerce da estrutura pastoral por meio da espiritualidade de comunhão”.

Essa foi uma das definições do coordenador de pastoral, padre Alexandre Gonçalves, sobre a urgência do trabalho em conjunto de todas as expressões eclesiais numa diocese, no 3° Encontro da Pastoral Orgânica, realizado no dia 16 de março, em Guaxupé.

Com mais de 70 representantes setoriais e diocesanos de movimentos, pastorais e ministérios, o encontro valorizou a ação sinérgica para que aconteça a evangelização.

O início do encontro foi conduzido pelo diácono José Eduardo da Silva com uma oração que valorizava a missionariedade dos cristãos. Um dos focos foi a proximidade do mês missionário proposto pelo papa Francisco e que acontecerá em outubro deste ano.

Em sua fala, padre Alexandre lembrou a trajetória pastoral da Igreja a partir do Concílio Vaticano II, a experiência sinodal e a abertura aos sinais dos tempos. O coordenador fez memória da caminhada da Igreja no Brasil com a Pastoral de Conjunto ou Orgânica.

Os participantes tiveram uma apresentação do Plano Diocesano de Ação Evangelizadora, definido na 5ª Assembleia de Pastoral, em novembro de 2018. As prioridades e os projetos pastorais foram comentados pelo padre Sérgio Bernardes, secretário da equipe preparatória para a última assembleia pastoral.

Em seguida, leigos e clérigos se dividiram em grupos para discutir a importância da unidade no trabalho pastoral e os obstáculos que impedem o avanço de uma pastoral orgânica. Antes do encerramento, os grupos apresentaram em plenário suas contribuições.

Baixe o material utilizado no Encontro de Pastoral Orgânica

Pastoral Orgânica_ Diocese de Guaxupé

Plano Diocesano de Ação Evangelizadora_ Diocese de Guaxupé