Propedêutico

“A vocação sacerdotal tem muitas vezes o seu primeiro momento de manifestação, nos anos da pré-adolescência ou nos primeiríssimos anos da juventude A história da Igreja é um testemunho contínuo de chamados que o Senhor dirige mesmo em tenra idade… A Igreja toma ao seu cuidado estes germes de vocação, semeados no coração dos pequenos, proporcionando-lhes, através dos Seminários menores, um solícito, ainda que inicial, discernimento e acompanhamento”.

Trecho extraído do texto pontifício Pastores Dabo Vobis, Papa João Paulo II

O curso Propedêutico tem a função de acolher os vocacionados ao sacerdócio para a uma melhor preparação para a vida no seminário. São desenvolvidas nessa etapa da formação, dimensões necessárias para o processo vocacional, são elas:

 

Humano-Afetiva (autoconhecimento)

Comunitária (cooperação fraternal)

Intelectual (conhecimentos específicos e gerais)

Espiritual (vida de oração e discernimento vocacional)

Pastoral (serviço à comunidade)

 

História

No ano 2000, a Diocese de Guaxupé atendeu à solicitação da OSIB (Organização dos Seminários e Institutos do Brasil), que tinha por objetivo a implantação do curso Propedêutico. Por essa razão, dom José Geraldo Oliveira do Valle, CSS e o Conselho de Formação Presbiteral aprovaram a criação da Casa de Convivência Vocacional que abrigaria os jovens propedeutas, inicialmente sediada na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Conceição da Aparecida, sob a orientação do pároco local, o revmo. padre César Acorinte.

Em 2006, o curso Propedêutico foi transferido para o Seminário Diocesano São José, em Guaxupé, com onze novos seminaristas propedeutas. A formação dos propedeutas foi assumida pelo revmo. padre Vítor Aparecido Francisco e pelo reitor-geral do Seminário Diocesano São José, revmo. padre Alexandre José Gonçalves. No ano de 2007, o revmo. padre Alexandre assumiu a formação do Propedêutico e da Filosofia.

A partir de 2008, além da formação, o revmo. padre Alexandre assumiu a coordenação do Serviço de Animação Vocacional (SAV) da Diocese de Guaxupé, no objetivo de aproximar o trabalho vocacional às exigências propostas aos candidatos à etapa do Propedêutico. Em 2011, o revmo. padre Maurício Marques da Silva assume a reitoria do seminário propedêutico e iniciando seu trabalho com treze novos seminaristas.

No ano de 2015, padre Éder Carlos de Oliveira assume os trabalhos do SAV e a formação desta etapa, permanecendo até o final do mesmo ano. Em 2016, assume a reitoria do propedêutico, o seminarista Leandro Melo, com seis novos seminaristas.

Cotidiano

O Seminário Diocesano São José estimula o desenvolvimento integral, através de atividades que aproximem os seminaristas propedeutas da realidade da Igreja e da vida em comunidade. Todos os dias são rezadas as orações oficiais da Igreja (oração das horas), há momentos de oração individual, devoção mariana, como a oração do terço, leitura orante da Bíblia (Lectio Divina) e a Santa Missa.

A formação intelectual na etapa do Propedêutico dá especial atenção às disciplinas de Língua Portuguesa, Latim, Literatura, História, Espiritualidade, Introdução à Sagrada Escritura, Introdução à Cristologia, Liturgia e Introdução à Filosofia. Além, de momentos para o estudo pessoal, os seminaristas propedeutas têm tempo dedicado ao esporte e lazer, sobretudo aos fins de semana, para favorecer o convívio fraterno e estreitamento dos laços de amizade.

Durante a semana, todos os seminaristas realizam a limpeza do seminário e conservação da horta, pomar e jardins. O objetivo é proporcionar a cooperação e convivência comunitária no seminário.

Quanto à atividade pastoral, os seminaristas do Propedêutico são enviados às paróquias de origem ou outras comunidades para trabalharem junto ao povo de Deus na Semana Santa. São incentivados também a participarem de semanas missionárias promovidas pelas paróquias da diocese. Também ajudam em outras atividades pastorais quando solicitadas pelas paróquias da cidade de Guaxupé, como o serviço ao altar, canto coral, acompanhamento de reuniões e encontros em nível de setor e diocesano quando sediados na cidade de Guaxupé.

Propedêutico 2017 com o reitor, Padre Leandro Melo.