Notícias › 21/08/2016

Seminaristas realizam retiro espiritual

1-2Os seminaristas das etapas da Filosofia e Teologia da Diocese de Guaxupé fizeram, entre os dias 19 e 21 de agosto, seu retiro espiritual no Instituto dos Irmãos do Sagrado Coração em Paraguaçu. O pregador foi o padre Jean Poul Hansen, do clero da Diocese da Campanha, que logo no início destacou a importância de se retirar, em meio às exigências das demais dimensões da formação presbiteral, e fazer um sincero aprofundamento espiritual.

Nesses dias, exortados pelo pregador, os seminaristas estiveram atentos aos quatro pilares de um retiro espiritual: a abertura à ação do Espírito Santo; a prática do silêncio interior para o autoconhecimento e conhecimento de Deus e sua vontade; a leitura atenta da Sagrada Escritura; e o auxílio da comunidade orante que cria o clima propício para o crescimento espiritual.

1-3

padre Jean Poul Hansen

A grande proposta do retiro foi fazer uma aproximação ao homem Jesus, conhecer ainda mais as suas características, seu modo de agir, seus sentimentos, seus gestos, enfim, o jeito que ele tinha de se entregar à missão que o Pai lhe confiou. Para que, a partir disso, podendo contemplar quase um retrato do rosto humano de Jesus fosse possível imitar a sua vida, ou melhor, ser cristão, ser um outro Cristo.

O que Jesus ensinou com mais propriedade, sem sombra de dúvida, foi o amor a Deus e aos irmãos. Em uma das afirmações que mais tocou os seminaristas, padre Jean Poul disse que “onde cada um percebe que é mais capaz de exercitar o amor, aí está a sua vocação”. Para ele este é o critério de discernimento vocacional. Na liberdade que Deus dá a cada um, é preciso perceber-se mais realizado ao exercer suas próprias capacidades iluminadas pelo exemplo de Cristo.

Paulo de Tarso Menegon, seminarista do 2º de Filosofia falou sobre a importância do retiro espiritual “nós seminaristas diante da necessidade da formação filosófica e teológica, às vezes, podemos incorrer no erro de buscar quase que exclusivamente uma intelectualidade que nos permita adquirir conhecimentos que depois serão transmitidos às comunidades, mas não podemos esquecer nunca que nós vocacionados ao sacerdócio somos mestres de oração e por isso o retiro de aprofundamento espiritual se faz tão importante”.

Confira algumas fotos:

1-5

4
1-1

IMG_7711