Notícias › 25/11/2017

Semanas Missionárias: a experiência sob a ótica do povo de Deus

Texto: Waldir J. R. Rodrigues/ Imagem: Renan Beraldo

As Semanas Missionárias foram o ápice do processo das Santas Missões Populares na vida da Diocese de Guaxupé. Todas as 87 paróquias que compõem a Diocese tiveram ao menos sua primeira Semana Missionária, das quais algumas já realizaram ou estão realizando a segunda edição.

Sobre a experiência vivida ao longo do processo missionário, Sidnei Benedetti e Tatiana de Araújo Barcelos, membros da equipe missionária da Paróquia São Pedro Apóstolo afirmaram: “Fatos marcantes foram as visitas na periferia, áreas com alto risco de acesso. As Santas Missões também deram abertura à assistência ao presídio e à zona rural – foi fundada a comunidade Nossa Senhora dos Navegantes. Vimos nas Semanas Missionárias uma verdadeira unidade das pastorais em prol das missões, foi clara a unidade da paróquia.”

José Geraldo de Carvalho, membro da equipe missionária da Paróquia São João Bosco de Poços de Caldas relatou: “durante a última Semana Missionária de nossa paróquia tivemos a alegria de visitar por volta de 4500 famílias, divididas em seis setores. Além disso visitamos creches, escola, asilo e casa de dependentes químicos. Distribuímos quitandas nos pontos de ônibus e para os garis. Toda essa experiência nos possibilitou conhecer pessoas tão próximas fisicamente mas ao mesmo tempo tão distantes. Com o processo missionário passamos a conhecer cada um.”

Padre Edimar Mendes Xavier, pároco da Paróquia Nossa Senhora do Carmo de Paraguaçu, demonstrou-se bastante animado com o projeto. “Fizemos bastante coisa em nossa Paróquia no que se refere às Santas Missões Populares e às semanas missionárias. Temos formação todas as sextas-feiras e formações periódicas sobre os Evangelhos”.

“Na Semana Missionária visitamos todas as famílias católicas de nossa paróquia, inclusive da zona rural, além de famílias de outras confissões religiosas. A Igreja precisa se revigorar e o ambiente é propício, a Igreja está incentivando e o povo está precisando. Vamos manter o projeto”, declarou padre Edimar.

A Diocese de Guaxupé, após a conclusão das Semanas Missionárias, se coloca num novo momento, a vivência da missão permanente. Isso é evidenciado nas palavras do padre Luís Mosconi: “A missão continua! Ela vai durar a vida toda, sempre, porque a vida é missão e somente a missão dá sentido à vida”.