fbpx
Notícias › 16/12/2015

Ano Santo: Diocese de Guaxupé abre as Portas da Misericórdia

Abertura-da-Porta-Santa-24

No último domingo (13/12), de acordo com o pedido feito pelo papa Francisco por meio da bula Misericordiae Vultus, algumas Igrejas da Diocese de Guaxupé,  realizaram a abertura da Porta da Misericórdia.

Cassia

As igrejas que realizaram o evento foram: a Catedral Diocesana Nossa Senhora das Dores, em Guaxupé; a Basílica Nossa Senhora da Saúde, o Santuário Nossa Senhora de Fátima e o Santuário da Mãe Rainha- Fonte de Vida Nova, em Poços de Caldas; o Santuário de Nossa Senhora da Penha e o Santuário de Santo Aníbal, em Passos; e o Santuário de Santa Rita de Cássia, em Cássia.

No Santuário Santa Rita, em Cássia, padre Sandro Henrique, pároco, presidiu o rito de abertura da Porta Santa, com a participação de inúmeros fiéis.

Em Poços de Caldas, na Basílica Nossa Senhora da Saúde, foi realizada a abertura da Porta da Misericórdia na Santa Missa às 10h 30min, presidida pelo padre Francisco Carlos Pereira. Ainda na cidade, no Santuário da Mãe Rainha, o rito foi presidido pelo pároco da Paróquia Nossa Senhora da Esperança, padre Ademir Ribeiro, contando com a participação de inúmeros fiéis, bem como das irmãs de Schöensttat.  No Santuário de Nossa Senhora de Fátima, assistido pelos franciscanos, a abertura da porta Santa ocorreu na Missa das 17h 30min, no dia anterior.

Na celebração da missa das 18 horas, na Catedral Diocesana, a comunidade da Catedral se reuniu diante da capela de Nossa Senhora Aparecida, ao lado da Santa Casa de Misericórdia, onde teve início a celebração presidida pelo padre Reginaldo da Silva

Abertura-da-Porta-Santa-28Logo em seguida, a assembleia partiu em procissão rumo à Catedral, cantando e recordando sua dimensão de povo peregrino. Ao chegar na Catedral, todos aguardaram diante da Porta da Misericórdia, ansiosos pela abertura, que aconteceu após a leitura do Salmo 118.

O Ano Santo da Misericórdia é um tempo privilegiado de fazer experiência da Misericórdia do Pai e oferecê-la a todos. Este é o convite do Santo Padre, expresso no lema do Ano Santo: “Misericordiosos como o Pai”.