fbpx

PALAVRA DO BISPO: “Comunicar a mensagem do Evangelho com alegria e esperança”

Dom José Lanza Neto

 

“É preciso perseverar no caminho dos sonhos. (…) Os mais belos sonhos se conquistam com esperança, paciência e empenho” (CV 142).

 

Chegamos ao ano de 2023, ano da graça de Deus. Muitos são os motivos para comemorar e celebrar: o dom da vida que se renova, os ciclos que são reavivados, a esperança que renasce, os bons propósitos que são feitos.

 

Em nossa Diocese de Guaxupé, será um ano de intensos trabalhos na área da comunicação, da ação pastoral após a revisão do texto da 5º Assembleia Diocesana, olhando com atenção para as prioridades da Vida em Comunidade, e da Formação. Também será um tempo oportuno de fazer valer o ânimo dos jovens, muitos crismados recentemente, pois vivenciaremos a Jornada Mundial da Juventude, um movimento que envolve a juventude de todo o mundo.

 

Como nos recorda o papa Francisco, ao falar da necessidade de uma conversão pastoral: Sonho com uma opção missionária capaz de transformar tudo, para que os costumes, os estilos, os horários, a linguagem e toda a estrutura eclesial se tornem um canal proporcionado mais à evangelização do mundo atual (…). A reforma das estruturas, que a conversão pastoral exige, só se pode entender neste sentido: fazer com que todas elas se tornem mais missionárias, que a pastoral ordinária em todas as suas instâncias seja mais comunicativa e aberta, que coloque os agentes pastorais em atitude constante de ‘saída’ e, assim, favoreça a resposta positiva de todos aqueles a quem Jesus oferece a sua amizade” (EG 27).

 

Continuemos a rezar pelo fim das guerras, da desunião, dos problemas políticos, da desigualdade social e econômica, que continuam a nos assombrar. O mal não pode fazer mais barulho do que o bem. Nós, como cristãos batizados, crismados e comprometidos, precisamos nos convencer da força de nossa fé.

 

Neste ano vocacional, lembremos de rezar sempre, em especial pelas vocações sacerdotais, missionárias, leigas e pela vocação familiar. Sempre é bom recordar que a vida em família é dom de Deus e é uma vocação humana. Fortalecer nossas famílias e trabalhar melhor com os que irão receber o sacramento do matrimônio devem estar em nossas prioridades.

 

Que seus bons propósitos possam ser cumpridos ao longo deste ano. Jamais nos deixemos abater pelo desânimo e falta de esperança. É tempo sinodal, isto é, momento de caminharmos juntos, sonhando e construindo uma Igreja missionária e uma sociedade mais humana, fraterna e justa.  A vida é dom de Deus, jamais nos esqueçamos disso! 

Últimas Notícias

NOTA DE FALECIMENTO

Padre Vitor Aparecido Francisco nasceu em 1970, na cidade de Nova Resende (MG). Ingressou no seminário em 1989. Tinha como lema de

Leia Mais »