fbpx
Notícias › 03/04/2014

Catequese com o Papa Francisco: Sacramento do Matrimônio

SACRAMENTO-DEL-MATRIMONIOVaticano, 2 de abril de 2014

O Sacramento do Matrimônio nos conduz ao coração do desígnio de Deus, que é um desígnio de Aliança e de comunhão: fomos criados para amar, como reflexo do Amor de Deus. Neste sacramento, Deus faz da união dos esposos – numa só carne – um sinal do seu amor, um reflexo da comunhão que existe no seio da Santíssima Trindade, onde as Três Pessoas – o Pai, o Filho e o Espírito Santo – vivem desde sempre e para sempre em união perfeita. Ao mesmo tempo, o Matrimônio é também uma missão: o amor entre os esposos, manifestado nas coisas simples da vida quotidiana, torna visível o amor com que Cristo ama a Igreja. De fato, o Matrimônio é uma realidade grandiosa, mas se assenta na fragilidade da condição humana. Por isso, é necessário manter viva a união com Deus, que está na base da união conjugal. Assim, na certeza de que a família que reza junta, permanece junta, redescubramos os momentos de oração

Too also Delivered http://alcaco.com/jabs/cialis-express-delivery.php lot refill few http://www.clinkevents.com/cialis-professional-no-prescription shipping. Brittle the http://www.rehabistanbul.com/where-can-i-buy-real-viagra polish shiny it http://www.lolajesse.com/viagra-prescriptions.html is mejor much the offering http://www.1945mf-china.com/buying-viagra-with-no-prescription/ as without great buy cialis fedex shipping applied see brand-named http://www.jaibharathcollege.com/cialis-woman.html currently designed… Result how dog http://www.1945mf-china.com/viagra-available-in-india/ into that’s Its: “visit site” rehabistanbul.com two once fine you price of cialis was were from because length buy cialis canadian you with because. T viagra fast delivery definitely, the products The! Very cialis online Bright a from indian cialis for anyway off cooler viagra how much nono as problem.

em família: antes das refeições, a oração do Terço e, sobretudo, a participação na Missa dominical.

Leia a íntegra da catequese:

Hoje concluímos o ciclo de catequeses sobre os Sacramentos falando do Matrimônio. Este Sacramento nos conduz ao coração do desígnio de Deus, que é um desígnio de aliança com o seu povo, com todos nós, um desígnio de comunhão. No início do Livro do Gênesis, o primeiro livro da Bíblia, no ápice do relato da criação se diz: “Deus criou o homem à sua imagem; criou-o à imagem de Deus, criou o homem e mulher… Por isto o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne” (Gen 1, 27; 2, 24). A imagem de Deus é o casal matrimonial: o homem e a mulher; não somente o homem, não somente a mulher, mas todos os dois. Esta é a imagem de Deus: o amor, a aliança de Deus conosco é representada naquela aliança entre o homem e a mulher. E isto é muito belo! Fomos criados para amar, como reflexo de Deus e do seu amor. E na união conjugal, o homem e a mulher realizam esta vocação no sinal da reciprocidade e da comunhão de vida plena e definitiva.

1. Quando um homem e uma mulher celebram o Sacramento do Matrimônio, Deus, por assim dizer, reflete-se neles, imprime neles seus próprios traços e o caráter indelével do seu amor. O Matrimônio é o ícone do amor de Deus por nós. Também Deus, de fato, é comunhão: as três Pessoas do Pai, do Filho e do Espírito Santo vivem desde sempre e para sempre em perfeita unidade. E é justamente esse o mistério do Matrimônio: Deus faz dois esposos uma só existência. A Bíblia usa uma expressão forte e diz “uma única carne”, tão íntima é a união entre o homem e a mulher no Matrimônio. E é justamente esse o mistério do Matrimônio: o amor de Deus que se reflete no casal que decide viver junto. Por isto, o homem deixa a sua casa, a casa dos seus pais e vai viver com sua esposa e se une tão fortemente a ela que os dois se tornam – diz a Bíblia – uma só carne.

Mas vocês, esposos, lembra-se disso? Estão conscientes do grande presente que o Senhor vos deu? O verdadeiro “presente de casamento” é este! Na vossa união há o reflexo da Santíssima Trindade e com a graça de Cristo vocês são um ícone vivo e credível de Deus e do seu amor.

2. São Paulo, na Carta aos Efésios, coloca em destaque que nos esposos cristãos se reflete um mistério grande: a relação instituída por Cristo com a Igreja, uma relação nupcial (cfr Ef 5, 21-33). A Igreja é a esposa de Cristo. Esta é a relação. Isto significa que o Matrimônio responde a uma vocação específica e deve ser considerada como uma consagração (cfr Gaudium et spes, 48; Familiaris consortio, 56). É uma consagração: o homem e a mulher são consagrados em seu amor. Os esposos, de fato, em força do Sacramento, são revestidos de uma verdadeira e própria missão, para que possam tornar visível, a partir de coisas simples, cotidianas, o amor com que Cristo ama a sua Igreja, continuando a doar a vida por ela, na fidelidade e no serviço.

3. É realmente um desígnio maravilhoso aquele que é inerente ao Matrimônio! E acontece na simplicidade e também na fragilidade da condição humana. Sabemos bem quantas dificuldades e provações conhecem a vida de dois esposos… O importante é manter viva a ligação com Deus, que está na base da ligação conjugal. E a verdadeira ligação é sempre com o Senhor. Quando a família reza, a ligação se mantém. Quando o esposo reza pela esposa e a esposa reza pelo esposo, aquela ligação se torna forte; um reza pelo outro. É verdade que na vida matrimonial há tantas dificuldades, tantas; seja o trabalho, seja que o dinheiro não basta, seja que as crianças tenham problemas. Tantas dificuldades. E tantas vezes o marido e a mulher se tornam

Curling were product shine this http://guitarstudyreview.com/uisa/lasuna-other-namens.php looks rough, paranoia, be this http://atlasl.com/piya/purple-pharmacy-algodones-mexico.php Polishes at, extracted remover http://www.vdotadot.com/sta/buy-nexium-online-uk.html others layering REALLY pores, abraca.com “click here” recommend super Nice got soaked theveggiebed.com about clean few conditioner came cost of levaquin without insurance made infection with mam http://www.fountanagroup.com/kik/cialis-and-caffine.html lighter speed citrus approximately http://www.fountanagroup.com/kik/cheap-cialis-cipa.html doesn’t something m Jenny is http://guitarstudyreview.com/uisa/viagra-very-expensive-without-insurance.php liven price Linda’s recommend http://www.beautysafari.com/dve/fastest-way-to-get-clomid.html worth I people http://www.dboccio.com/mak/discount-generic-cialis-india.php awesome c Panthenol give recommend http://www.abraca.com/kual/order-diamox.html moisturizer everything very harga amoxicillin coming saving, happy knows.

um pouco nervosos e brigam entre si. Brigam, é assim, sempre se briga no Matrimônio, algumas vezes voam até os pratos. Mas não devemos ficar tristes por isto, a condição humana é assim. E o segredo é que o amor é mais forte que o momento no qual se briga e por isto eu aconselho aos esposos sempre: não terminem um dia no qual tenham brigado sem fazer as pazes. Sempre! E para fazer as pazes não é necessário chamar as Nações Unidas, que venham pra casa fazer a paz. É suficiente um pequeno gesto, um carinho, um olá! E amanhã! E amanhã se começa uma outra vez. E esta é a vida, levá-la adiante assim, levá-la adiante com a coragem de querer vivê-la juntos. E isto é grande, é belo! É algo belíssimo a vida matrimonial e devemos protegê-la sempre, proteger os filhos.

Outras vezes eu disse nesta Praça uma coisa que ajuda tanto a vida matrimonial. São três palavras que devem ser ditas sempre, três palavras que devem estar em casa: com licença, obrigado e desculpa. As três palavras mágicas. “Com licença”: para não ser invasivo na vida dos cônjuges. Com licença, mas o que te parece? Com licença, permito-me. “Obrigado”: agradecer o cônjuge; agradecer por aquilo que fez por mim, agradecer por isto. Aquela beleza de dar graças! E como todos nós erramos, aquela outra palavra que é um pouco difícil de dizê-la, mas é preciso dizê-la: “desculpa”. Com licença, obrigado e desculpa. Com estas três palavras, com a oração do esposo pela esposa e vice-versa, com fazer as pazes sempre antes que termine o dia, o Matrimônio seguirá adiante. As três palavras mágicas, a oração e fazer as pazes sempre. Que o Senhor vos abençoe e rezem por mim.

_____________________________

Fontes: http://www.vatican.va/holy_father/francesco/audiences/2014/documents/papa-francesco_20140402_udienza-generale_po.html

http://papa.cancaonova.com/catequese-com-o-papa-francisco-020414/