fbpx

Paróquia São João Batista

Arceburgo - MG

Notícias históricas da Paróquia de São João Batista de Arceburgo. Segundo antiga tradição oral as primeiras notícias que temos do povoado de São João da Fortaleza, são de quando o coronel Candido de Souza Dias (1859-1918), proprietário da fazenda Fortaleza, dando cumprimento à uma suposta promessa, auxiliou grandemente na construção de uma capela, dedicada a São João Batista, esta capela ficava a poucos metros de distância de um cruzeiro, repositório dos símbolos das promessas já alcançados por devotos. A capela situava-se em local onde hoje está a Igreja Matriz, em terrenos pertencentes a fazenda Fortaleza. E teria sido inaugurada no dia 24 de junho de 1893, data em que passamos a contar o nascimento do povoado de São João da Fortaleza. A primeira notícia oficial sobre o então incipiente São João da Fortaleza, data de 01 de junho de 1896, quando dom Joaquim Arcoverde de Albuquerque Cavalcanti, bispo de São Paulo, emitiu uma provisão quinquenal de oratório para a fazenda Fortaleza, situada no bairro das Macahubas, no distrito de Santa Bárbara das Canoas (Guaranésia, MG), a favor do cidadão Candido Dias. 0 primeiro capelão foi o padre Braz Mazzaro (?-1908), que atuou até setembro de 1902. Supostamente no ano de 1903, a capela foi anexada a paróquia de São Francisco de Paula de Monte Santo. Até o ano de 1900, o povoado de São João da Fortaleza, pertencia à vastíssima região que constituía o então bispado de São Paulo. Em 04 de agosto de 1900, pela Bula Papal “Regio Latissime Patens”, do papa Leão XIII, foi criada a diocese de Pouso Alegre, desmembrada das então dioceses de Mariana e São Paulo, e São João da Fortaleza passa a pertencer à diocese de Pouso Alegre. Pela provisão episcopal de 02 de abril de 1905, do então bispo diocesano de Pouso Alegre, dom João Baptista Corrêa Nery, o povoado de São João da Fortaleza foi elevado eclesiasticamente à categoria de freguesia (paróquia) de São João da Fortaleza, desmembrada da paróquia de São Francisco de Paula de Monte Santo, subordinada à Comarca Eclesiástica de Muzambinho e diocese de Pouso Alegre, sendo nomeado como primeiro pároco o padre Francisco Fraissat. Por força da lei estadual número 556, item XXXIX do artigo 7º, de 30 de agosto de 1911, foi elevado o distrito de São João da Fortaleza a categoria de município com o nome de “Villa Arceburgo”, sendo o seu território desmembrado do município de Monte Santo, mas a cuja comarca continua a pertencer, como distrito judiciário. Sobre a origem do nome, “ARCEBURGO” é formado pelo prefixo grego “arqui-arce”, que indica “superioridade”, “grandeza” e “primazia” e pelo substantivo de origem germânica “burgo”, cujo significado remete à “cidade fortificada; fortaleza”. Pela Bula Papal “Universalis Ecclesiae Procuratio”, do papa Bento XV, datada de 03 de fevereiro de 1916, foi criada a diocese de Guaxupé, desmembrada da diocese de Pouso Alegre, e a paróquia de São João Batista de Arceburgo passou a pertencer a diocese de Guaxupé. A Igreja Matriz de São João Batista, teve sua construção iniciada no dia 19 de janeiro de 1919, pelo próprio pároco, padre Antônio Joaquim Pereira Rego, trabalhando como pedreiro e que logo em seguida contratou Antônio Rios, como pedreiro-construtor, seguindo a planta elaborada pelo engenheiro Paulo Victorio Lanzoni, em estilo neoclássico francês. Para facilitar o avanço da construção, em 03 de fevereiro de 1925, dom Ranulpho da Silva Farias, bispo de Guaxupé deu licença para ser demolida a pequena e velha capela, que se encontrava no recinto das novas paredes construídas. A Igreja foi benta e inaugurada no dia 24 de junho de 1929 pelo monsenhor José Farias de Castro, vigário geral da diocese de Guaxupé, sendo pároco o padre André Sierkiewicz, um polonês de saudosa memória, segundo os seus contemporâneos. Duas fortes devoções tem os fieis católicos arceburguenses atualmente: a festa de São João Batista, padroeiro da paróquia, realizada há mais de 120 anos no mês de junho e a festa de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, realizada no mês de outubro, ambas compostas de novenários, missas, procissões e quermesse. Desde 2017 é pároco o padre Donizetti Miranda Mendes.

Expediente na Secretaria:

7:30 às 11:00- 13:00 às 17:00

Telefone:

(35) 3556-1210

 

Sábado 19h

Domingo 08h

Domingo 10h

Domingo 19h

Padre Donizetti Miranda Mendes

Apostolado da Oração;

Renovação Carismática Católica;

Grupo de Jovens;

Meces

Terço dos Homens

Terço das Mulheres

Acólitos

Música

Liturgia

 

Redes Sociais

Últimas Notícias