Destaques › 02/08/2016

Semana da Família: há 9 anos fazendo história na diocese

apresentaçãoHá vários anos a Igreja promove a Semana Nacional da Família, data marcada no calendário para ser vivida e celebrada, do Dia dos Pais até o terceiro domingo de agosto. Para dinamizar estes dias que devem ser grandiosos, nossa diocese fez a opção pastoral de redigir os subsídios, de modo a contemplar os assuntos pertinentes à atualidade familiar.
Foi criado, então o Setor Famílias para tornar isso uma realidade. Não é, efetivamente, a Pastoral Familiar, mas um grupo de pessoas que pensa o assunto “família”. No princípio, o grupo era praticamente composto por clérigos e dois casais, mas com o término da gestão dos trabalhos realizados, então os casais saíram. Vários foram os padres que contribuíram com esse trabalho, mas pela natureza dos trabalhos clericais nas paróquias e, também por suas mudanças paroquiais ou setoriais, deixaram este setor após terem dado suas boas contribuições.
Pensou-se, então, em trabalhar mais com casais que trariam ideias a partir de grupos de pastorais e movimentos que atuam com as famílias. Dessa forma, seria feito um mosaico familiar – um rosto mais próximo e dinâmico da família diocesana.
Hoje, o Setor Famílias é composto pelo Bispo Diocesano, três padres e, ainda, pela substancial cooperação das experiências familiares de casais atuantes em pastorais e movimentos, como a Pastoral da Criança, Encontro de Casais com Cristo e o Movimento de Schoenstat (Mãe Rainha): Alpinópolis, Passos, Alfenas, Juruaia, Guaxupé e Poços de Caldas.

São nove anos completos de existência do Setor Famílias e este ano viverá a 10ª Semana Nacional da Família, uma proposta criada, vivida e avaliada pela Igreja Particular de Guaxupé. É tempo de aniversário! É tempo de agradecer todos os auxílios na construção desta história e da semeadura que já foi feita nos lares!

Para fazermos memória dos assuntos que vivemos nesta pequena, mas significante história, consideremos que durante a realização da Semana da Família, muitas situações foram colocadas em evidências através de palestras, filmes e fóruns: os casais mais idosos, os recém casados, a família mais numerosa, os casais jubilares, a família constituída a partir de uma experiência dolorosa, os erros presentes na família. Tudo isso vivido, segundo a criatividade dos padres e das equipes paroquiais, quer seja, agindo de maneira centralizada na matriz paroquial, nas capelas urbanas ou rurais, nos setores paroquiais, ou mesmo nas residências e nos condomínios.
À frente destas ações, sempre houve temas norteadores. Lembremos deles e sintamo-nos partícipes destes instantes: “Família, berço do amor e da vida” (2007); “Família, discípula de Jesus” (2008); “Família, Igreja de Deus” (2009); “Família: formadora de valores humanos e cristãos” (2010); “Família: Presente de Deus” (2011); “Família: geradora de vida, saúde e paz” (2012); “Família Berço da Fé” (2013); “Família: lugar de missão” (2014); e “Família: chamada a servir na Igreja e na sociedade” (2015).
Em agosto próximo, de 14 a 20, chega às nossas mãos mais um subsídio da Semana Nacional da Família – 2016 com o tema “Família: seja o rosto da misericórdia”, inspirado na parábola do Bom Samaritano e que traz o lema afirmativo, “Vai e faze da mesma maneira” (Lc 10,37). Implicitamente, seremos conclamados ao cultivo das obras de misericórdia corporais e espirituais – pequenos gestos com significados gigantescos que podem favorecer uma vivência mais harmoniosa no cotidiano dos nossos lares. Vale participar! Esses dias nos ajudam a cuidar da necessária saúde preventiva da família.
Nós do Setor Famílias, agradecemos os esforços que todas as equipes paroquiais (padres, religiosos e leigos) dispensam a esta semana. Desejamos e rogamos a Jesus Misericordioso que favoreça uma bela vivência celebrativa para este ano.

Padre Sidney S. Carvalho
Assessor Eclesiástico do Setor Famílias