fbpx

15 anos da posse de Dom José Lanza na Diocese de Guaxupé: “Passei a guardá-la no meu coração e a amá-la profundamente”

Há 15 anos, em uma manhã ensolarada de domingo, Dom José Lanza Neto tomou posse da Diocese de Guaxupé, tornando-se o nono bispo a ocupar a sede da Igreja Particular formada por 42 cidade no sudeste de Minas Gerais.

 

De origem simples e humilde, Dom Lanza é natural da cidade de Pirangi (SP). Desde muito novo manifestou o desejo de ser padre, mas nunca se desligou de suas raízes. Quando era seminarista, voltava para casa de sua família na zona rural e logo se envolvia na lavoura e na colheita de alimentos.

 

As mesmas características do jovem seminarista José Lanza podem ainda ser percebidas com facilidade: um homem de conversa simples, que gosta de falar sobre assuntos relacionados à vida no campo, preocupado com a família e com raciocínio prático e rápido, próprio de quem lida com o trabalho braçal.  

 

O lema escolhido por Dom José Lanza em sua consagração episcopal é marca do seu pastoreio: “Permaneçamos no amor” (Jo 15,9). Amor que exige ternura e coragem para correção e orientação. Amor que requer disposição para percorrer longos quilômetros e ser sinal da graça de Deus e do Espírito Santo nas diversas comunidades. Amor que pensa e vê além do que está posto a sua frente, mas observa e vê um horizonte mais amplo.   

 

Ao longo dos seus 15 anos de pastoreio e administração diocesana, realizou inúmeras atividades, visitas pastorais, ordenações diaconais e sacerdotais, melhorias no patrimônio, articulou a Santas Missões Populares, celebrou o centenário da Diocese. Porém, mais do que qualquer feito, é presença e sinal de unidade entre as paróquias e as comunidades, como recorda Santo Agostinho: “Onde está o Bispo, aí está a Igreja”.

 

Em sua homilia de posse, em 2007, Dom Lanza afirmou: 

"Proponho-me a ser verdadeiramente o pastor, o pai, o amigo, o irmão, o servidor, sempre contando com a Graça de Deus. Tenho consciência das minhas limitações. Tenho consciência de que todos esperam ser amados, acolhidos e encorajados por esta Igreja. Posso assegurar que, desde o momento de minha nomeação para a Diocese de Guaxupé, passei a guardá-la no meu coração e amá-la profundamente".

Dom José Lanza

Hoje, nesta data comemorativa, todo povo louva e agradece a Deus pela vida e ministério episcopal deste homem consagrado e eleito por Deus e pela Igreja para ser pastor e guia da Diocese de Guaxupé.

Últimas Notícias

0:00
0:00