fbpx

PASCOM: “Vocês são tecedores da vida ou da morte da Igreja”

O que a Pastoral da Comunicação tem a ver com a Sinodalidade? É uma pergunta justa de ser feita, afinal a PASCOM em muitas comunidades, serve apenas para publicar fotos e transmitir missas e promoções. Mas a Igreja que Deus espera do terceiro milênio segundo o Papa Francisco é uma Igreja sinodal, ou seja, um estilo de Igreja que vive em comunhão, participação e missão.

 

As ações de comunicação devem propagar a sinodalidade como forma de ser Igreja, divulgando e promovendo a união, a participação ativa e fecunda dos batizados no mundo sempre na perspectiva de que a missão é a identidade da Igreja.

7º Encontro Nacional da Pascom

Entre os dias 22 e 24 de julho, aconteceu no Mosteiro de Itaici (SP) a sétima edição do encontro nacional de membros da PASCOM. Representantes de todas as regiões do Brasil se reuniram para refletir os caminhos da comunicação a partir das provocações do Papa Francisco a respeito da sinodalidade. O encontro contou com a presença constante do bispo auxiliar de Belo Horizonte, Dom Joaquim Mol, Reitor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB. Em uma de suas falas afirmou que “a crise é passagem e não um beco sem saída”. A Comunicação católica deve dar, assim, visibilidade para uma Igreja da esperança.

Sinodalidade: Comunhão, participação e missão

Sinodalidade, em sua etimologia, sýn = juntos e hódos = caminho, significa uma forma de viver a Igreja a partir da comunhão entre todos os Batizados, numa participação ativa, consciente e sempre em movimento, saindo de si mesma em direção aos demais irmãos. Porém, não é um caminho simples de ser feito. Trata-se de um processo de aprendizagem de escuta, de abertura, de iluminar os problemas e questões pastorais à luz da Palavra de Deus, visando realizar o mandato missionário de Jesus. A Pastoral da Comunicação, nesta tarefa, tem o dever de provocar e promover uma inter-relação digital acolhedora e reveladora, mostrando os caminhos de unidade e hospitalidade.

Comunicar a vida social e a pastoral na igreja

Muitas Pastorais responsáveis pela comunicação preocupam-se em mostrar o culto e a figura do ministro ordenado e acabam se esquecendo da vida pastoral, social e caritativa da Igreja. Comunicar é dar espaço e visibilidade às boas obras feitas pelas comunidades cristãs, não para exibir a caridade, mas para dar enfoque à prática cristã do amor e do compromisso da Igreja, composta por cada Batizado

Espiritualidade na comunicação

Ser PASCOM não é apenas um serviço prestado às telas, mas um apostolado cristão. Desse modo, não é possível comunicar sem espiritualidade. A oração é fonte de vivência da fé.

 

O tema foi abordado pela Irmã Maria Nilza, que destacou a necessidade do membro do PASCOM viver a espiritualidade como experiência pessoal e comunitária. Tornando-se anunciadores como Maria Madalena que, ao ver Jesus Ressuscitado, correu ao encontro dos Apóstolos para comunicar a Ressureição do Senhor.    

Política na ação evangelizadora e na comunicação

Em meio à polarização atual no Brasil, surge uma instigante pergunta: como comunicar em nome da Igreja em meio ao ambiente político atual? Papa Francisco apresenta uma luz na encíclica Fratelli Tutti, de acordo com uma das assessoras Tânia Maria Silveira é preciso “ter em mente a atitude do Bom Samaritano: ver e ter compaixão”. Assim, o nosso fazer pastoral deve levar sempre em conta a fraternidade.

 

Partir do princípio da fraternidade é levar em conta a dignidade da pessoa humana, uma obrigação civil e não apenas cristã. Além disso, é mais do que necessário considerar o princípio do coletivo, isto é, da comunidade. A política é a gestão daquilo que é comum, do que gera pontes e não muros.

Uma das grandes crises políticas é a violência na época eleitoral que neste primeiro semestre aumentou 23% em relação à 2020. E a associação entre religião e política é uma das maiores preocupações para toda Igreja.

O que fazer na comunicação diante deste cenário?

1º) Lutar contra a violência;
2º) Orientar diante da crise sanitária e seus impactos, como a fome;
3º) Preocupar-se com os retrocessos democráticos;
4º) Pensar na casa comum e no cuidado com a natureza;
5º) Dar visibilidade, capacitação e instrução aos membros da PASCOM.

Dando continuidade à fala de Tânia Maria, um outro convidado a partilhar Vinícius Borges Gomes, afirmou: “nossa realidade política e eleição não é escolher A ou B, mas lutar pela sobrevivência. Nos índices de fome regredimos em 30 anos. Estamos indo contra a constituição que exige que se garanta o básico para as pessoas”.

Essa realidade aponta para todos que a crise atual é humanitária. A Igreja ao lidar com esse momento através da comunicação, precisa olhar para além, para o horizonte cristão que é o Reino de Deus. Não basta ser uma pastoral que faz marketing igrejeiro. É preciso ser uma pastoral que assume sua função profética.

 

Há uma realidade que grita aos olhos da Igreja e exige uma postura profética a favor da justiça que comunique a paz e a união. 

PASCOM 3 - Diocese de Guaxupé PASCOM: “Vocês são tecedores da vida ou da morte da Igreja”
PASCOM 2 - Diocese de Guaxupé PASCOM: “Vocês são tecedores da vida ou da morte da Igreja”
WhatsApp Image 2022 07 24 at 15.04.53 - Diocese de Guaxupé PASCOM: “Vocês são tecedores da vida ou da morte da Igreja”

Últimas Notícias

DioceseNotícias

Centro Universitário Católica de Santa Catarina promove Pós-Graduação em Catequese Matrimonial

O Centro Universitário Católica de Santa Catarina, está promovendo uma Pós-Graduação em Catequese Matrimonial para Bispos, padres, religiosos, religiosas e leigos engajados em …

DioceseNotícias

Junho Verde – Mês dedicado da conscientização e à proteção do Meio Ambiente

No mês de junho, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), nos convoca para voltarmos nossos olhares a conscientização e à proteção …

DioceseNotícias

Padres da Diocese de Guaxupé se reúnem para Dia de Oração pela Santificação do Clero

Por padre Luciano Campos Cabral Na véspera da solenidade do Sagrada Coração de Jesus, 06 de junho, os padres da Diocese de Guaxupé …

DioceseNotícias

Primeira edição da Escola de Fé e Política

Por Padre Renan Brito, assessor diocesano da Promoção Humana Integral A Diocese de Guaxupé tem a honra de convidar você para a Primeira …

DioceseNotícias

Beato Carlo Acutis: O “Influenciador de Deus”

Milagre Reconhecido e Canonização O Vaticano anunciou recentemente (23 de maio de 2023) que o Papa Francisco reconheceu um segundo milagre atribuído ao …

DioceseNotícias

Formação da Equipe Diocesana do Apostolado da Oração

No sábado, 18 de maio, em meio ao Ano da Oração proposto pelo Papa Francisco em preparação para o grande Jubileu da Esperança em 2025, foi realizado …

Quer receber notícias e conteúdo exclusivo no seu e-mail? Cadastre-se agora mesmo! Somos contra SPAM, fique tranquilo(a)!