fbpx

História da Formação de Leigos na Diocese de Guaxupé

A Assembleia Diocesana de Pastoral de 1998 aprovou a proposta de investir na formação dos cristãos leigos e leigas. No ano seguinte iniciou-se o Curso de Iniciação Teológica para leigos, na modalidade diocesana e setorial. Em Junho de 2001 acontece a primeira reunião para a organização da “Formação das Lideranças Paroquiais”. O processo teve início e a diocese elaborou um projeto específico para esta formação. Após varias reuniões e encontros, os leigos e os padres aprovaram este projeto com uma proposta de conteúdo e metodologia a ser seguida. Ao logo de vinte anos a formação seguiu seu itinerário formativo, contribuindo a formação das lideranças paroquiais e diocesanas.

 

A partir do ano de dois mil e dezoito iniciou-se um processo de reuniões e reflexões objetivando fazer ajustes no material: Tempo de Ver.. Tempo de Crer… Tempo de Amar. Assim elaborou-se um Projeto da Formação Cristã que, aprovado pelo Conselho de Diocesano de Pastoral, idealizou-se os passos seguintes. Contudo, o processo foi interrompido com o advento da pandemia da Covid19.

 

O caminho iniciado na década de noventa do século passado, continua como um grande objetivo de investimento na formação dos leigos e leigas. Como na Assembleia Diocesana de Pastoral realizada em dezembro de 1998 aprovou como prioridade um projeto de formação para os cristãos leigos e leigas da diocese, o Plano Diocesano da Ação Evangelizadora, fruto da 5ª Assembleia Diocesana de Pastoral, traz como prioridade a formação permanente a fim de proporcionar formação Bíblica, Teológica, Pastoral e Missionária para que o cristão leigo, consciente de sua fé, desperte para o Servir na Igreja em Saída, como exorta o Papa Francisco, implantando o reino de Deus hoje, amparados nos primeiros cristãos e assumindo o envio do Senhor (Mt 28,18-20). O grande vislumbre é de que seja elaborado um novo material de formação cristã dos leigos tendo em vista de continuação do bonito caminho formativo vivido na Diocese a quase três décadas.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Share on linkedin
LinkedIn

Últimas Notícias